MEDIUNIDADE INFANTIL - CRIANÇAS E A MEDIUNIDADE- 5 CASOS INCRÍVEIS DE MEDIUNIDADE INFANTIL


O CORPO NA ADEGA
O relato das irmãs Fox, nos EUA, foi o primeiro registro moderno de mediunidade
1Em 1847, a família Fox mudou-se para um casebre em Hydesville, vilarejo no interior do estado de Nova York. Em poucos dias, eles começaram a ouvir barulhos de arranhões nas paredes e no soalho e, depois, de passos e móveis sendo arrastados. Com medo, as garotas Kate (1837-1892) e Maggie (1833-1893) passaram a dormir com os pais
2As meninas tentaram se comunicar com a "assombração". Kate a desafiou, pedindo que repetisse o número de palmas que batia. Para surpresa de todos, ouviu-se o mesmo total de pancadas. A mãe delas, Margareth, passou a fazer todo tipo de perguntas e propôs que a entidade desse uma "pancada" quando quisesse responder "não" e duas quando fosse "sim"
3Combinando as pancadas com o alfabeto, Margareth e as filhas resolveram o mistério: tratava-se do espírito de Charles B. Rosma, um vendedor ambulante que havia sido morto com uma facada no pescoço em um dos quartos. A história se alastrou pelo vilarejo e moradores descobriram restos de carvão, cal, cabelos e fragmentos de ossos enterrados na adega
4As irmãs foram afastadas da casa, porque se suspeitava que o fenômeno estivesse ligado à presença delas. Kate foi morar com a irmã, Leah, e Maggie, com o irmão David. As pancadas as acompanharam. O corpo de Charles só foi encontrado 56 anos depois, em 1904, numa parede falsa, quando crianças foram brincar na "casa mal-assombrada"
5Na adolescência, as irmãs passaram a fazer sessões públicas de mediunidade. Kate continuou a realizá-las na vida adulta. Para se livrar do controle de Leah, que agia como sua "empresária", Maggie e Kate chegaram a dizer que o caso de Hydesville havia sido uma fraude. Mas, depois, Maggie recuou e confirmou que o fenômeno havia sido legítimo

SE TIVER CORAGEM E QUERER LER O RESTANTE, CLIQUE AQUI OU NA IMAGEM ABAIXO