PONTO CIGANO DO AMOR


Vou varrer a tristeza do meu peito
Eu tenho que dar um jeito
De minha alegria voltar
Eu sei no mundo ninguem é perfeito
Mas tenho tambem o direito
De um grande amor encontrar


Vou varrer a tristeza do meu peito
Eu tenho que dar um jeito
De minha alegria voltar
Eu sei no mundo ninguem é perfeito
Mas tenho tambem o direito
De um grande amor encontrar


Eu vivo vagando igual cigano sem destino
Vou daquí p`ralí, dalí pra lá, de lá pra cá
Eu sou o cigano do amor, sou peregrino
Sou como um menino a procura de uma flôr


Eu sou, eu sou
O cigano do amor eu sou
Eu sou, eu sou
O cigano do amor eu sou
Eu sou, eu sou


O cigano do amor eu sou
Eu sou, eu sou, eu sou
O cigano do amor
Eu sou, eu sou, eu sou
O cigano do amor
Eu sou, eu sou, eu sou
O cigano do amor
Eu sou, eu sou, eu sou
O cigano do amor