O ESPÍRITO DE DOUTOR FRITZ E A CURA

Doutor Fritz curou meu amigo Gabriel Renner/Arte ZH  
Meu amigo diz que foi curado pelo Doutor Fritz. Há semanas só penso nisso. Porque o Doutor Fritz, vocês sabem, era um médico alemão que já morreu. Quer dizer, não existem registros oficiais sequer de que ele tenha vivido, mas seus seguidores afirmam que Adolf Fritz "desencarnou" em 1918. Desde a década de 1950, Doutor Fritz utiliza o corpo de médiuns brasileiros para realizar cirurgias — seus procedimentos incluem abrir cabeças, enfiar bisturi nos olhos e rasgar a carne de pacientes sem anestesia. Há um médium aqui no Estado que recebe o espírito do alemão: chama-se Mauro Vieira, um servente de obras de Rosário do Sul. Suas consultas são gratuitas, reúnem centenas de pessoas. O meu amigo Fábian Chelkanoff, respeitado professor de Jornalismo que sofreu três AVCs e uma isquemia cerebral, soube que o Doutor Fritz estaria em São Leopoldo no dia 13 de abril. Decidiu que iria vê-lo.