PONTO DE EXÚ CAVEIRA, PONTO DE UMBANDA, PONTO DE QUIMBANDA




"Portão de ferro, cadeado de madeira 
No portão do cemitério quem manda é o Exu Caveira! 
 Vou lhe apresentar, o moço 
Vou lhe apresentar, 
 Um espírito de luz, 
Ele é Tata Caveira Ele e filho de Omolu, 
Quem quiser falar com ele 
Pede licença a Omolu! 
Mas foi lá do cemitério que seu povo lhe chamou 
Foi quando o pombo preto bateu asas e voou!" 
 Laroye!