AS MULHERES GUERREIRAS DE DAOMÉ ( AFRICANISMO) MULHERES AFRICANAS

África não é só famosa por sua rainhas, 
mas também para suas guerreiras. 
Desde o Egito antigo, passando pela Núbia, Nigéria, Congo, Gana, Guiné Bissau, África do Sul e Benin. 
O continente tem uma história de luta das mulheres que eram combatentes assim como os homens.



dahomey-02

As guerreiras do Daomé, também conhecidas como as guerreiras Mino, são um exemplo disso. Foram soldados valentes e disciplinadas. A crueldade em sua forma de lutar as colocava a frente no campo de batalha contra os colonos brancos europeus. Este exército de mulheres foi criado no início do século XVII, e por quase 200 anos dominou e prevaleceu invicto. As Amazonas do Daomé são um dos poucos exércitos de mulheres documentado da história moderna. O único propósito destas guerreiras era a guerra. Elas eram educadas e treinadas para a luta. Não podiam ter filhos ou se casar e suas habilidades físicas vieram para superar os guerreiros homens . Rifles Winchesterque obtidos da venda de escravos, facas, lanças, arcos e flechas eram as suas armas. Após as batalhas, bebiam o sangue de seus inimigos e , em seguida, expunham suas cabeças como um troféu de guerra . 

FONTE: